sábado, 16 de fevereiro de 2019

Bolsonaro decide exonerar ministro Gustavo Bebianno


O presidente Jair Bolsonaro decidiu exonerar o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, na próxima segunda-feira, informou o jornal Folha de S.Paulo, sem citar as fontes.


O Ministro é investigado por suposto uso irregular de recursos do Fundo Partidário, Gustavo Bebianno era um homem forte da campanha eleitoral de Jair Bolsonaro. Segundo a publicação, "pessoas próximas ao ministro confirmaram na noite desta sexta (15) que ele será exonerado e que não há volta na decisão de Bolsonaro".

A saída dele do governo será formalizada na segunda-feira (18), com publicação no Diário Oficial. Bolsonaro deixou o ato de exoneração assinado, informou a publicação. O presidente esteve com Bebianno no início da noite desta sexta (15).

Segundo o jornal, a conversa entre os dois teria sido ríspida. A gota d’água, segundo integrantes do Planalto, foi o vazamento de diálogos privados, exclusivos da Presidência, entre Bolsonaro e Bebianno ao site O Antagonista e à revista Veja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário