terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Moradora denuncia nova onda de envenenamento de gatos em Limoeiro do Norte/CE {vídeo}

FOTO REPRODUÇÃO
O repórter Johnny Kennedy da TV Web Regional de Russas entrevistou uma senhora que há 11 anos cuida de gatos
desamparados no município. Ela diz que "não pode fazer mais, por falta de condições", e chama a atenção das autoridades competentes do município para que possam abrigar, alimentar, disponibilizar veterinário para fazer o devido acompanhamento nos casos de saúde e obviamente a castração, evitando assim a super população de animais que a cada dia se multiplicam. Fatos como esses não acontece somente em Limoeiro do Norte, mas em quase todos os municípios do interior do Ceará.


A situação de animais abandonados e maltratados parece não despertar interesse dos poderes executivos representado pelos prefeitos e tampouco aparece um vereador que abrace essa causa em favor dos animais errantes.

Aracati

Aqui no município de Aracati foi criado a APADA, Associação de Proteção aos Animais de Aracati. A ONG tem pouco mais de quatro anos e recebeu da gestão do então prefeito Ivan Silvério, a doação de um terreno com um prédio já pronto que estava sem uso, pois la, teria sido construído há oito anos para ser o matadouro público. Como não foi aprovado por estar em uma área próxima a lençóis freáticos que abastece boa parte do município, o prédio estava totalmente desativado.

O atual prefeito, Bismarck Maia continuou apoiando a APADA, inclusive de forma pessoal junto com "outros amigos da apada", e tem dado suporte para que a entidade de proteção animal tenha o mínimo de condições de cuidar pelo menos dos quase 100 animais no abrigo que foram resgatados do abandonado ou maltratados.

Dificuldades

A associação, desde sua fundação, não tem condições de abrigar mais animais. No município ainda não há uma política pública voltada para oferecer outras condições como, a disponibilização de veterinarios para tratamento de casos de doencas, castração e programas de apoio a adoção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário