segunda-feira, 18 de março de 2019

O adeus a Salete de Sales façanha, irmã do saudoso “Monsenhor do Céu”

Salete de Sales Façanha e Mateus Poeta. Foto: arquivo pessoal registrada em 2014

Dona Salete de Sales Façanha, nasceu no ano de 1936, nos altos de seus 83 anos, faleceu na manhã desse domingo (17/03/2019) em Jaguaruana que está de luto. A exemplo de seu irmão Raimundo Sales Façanha, conhecido por
“Monsenhor do Céu”, Dona Salete foi uma mulher religiosa, que seguia os mandamentos de Deus.

O poeta que retornava sábado de um evento cultural na cidade de Assú-RN, estava hospedado em minha humilde residência a caminho de Jaguaruana, e sempre batemos um bom ‘papo’ e nem imaginava que, hoje, um dia após, seu município entraria em luto pela partida de Dona Salete de Sales Façanha, que receberia o chamado de Deus para retornar de volta ao reino celestial. A essa hora, muito provavelmente ela já deve ter sido recebida pela sua mãe, Dona Raimunda de Sales Façanha e seu irmão Raimundo de Sales façanha “Monsenhor do Céu”.

“Lembro-me muito bem, quando fui lhe visitar no ano de 2014, em sua casa, por trás da Igreja Matriz, ela era franzina, voz baixa e bastante atenciosa, me recebeu com muito carinho ao tempo que demonstrando certo ‘ar’ de surpresa, me perguntava sobre qual razão eu estaria a lhe visitar”, revelou Mateus Poeta do São José do Lagamar de Jaguaruana a este jornalista, detentor da página Aracati em Foco.

Francisco Mateus da Silva (24), ou simplesmente “Mateus Poeta”, disse que, a razão daquela inesperada visita, era “para saber um pouco mais sobre seu irmão, Padre do Céu, um verdadeiro servo de Deus”. Naquele instante, o poeta viu as lágrimas escorrendo pelo rosto angelical daquela senhorinha, ora aparentando corpo frágil, mas de uma alma fortalecida pela fé.

“Eu passei a mão no seu rosto, e perguntei-lhe o porquê daquele choro! Ela me respondeu, que sentia bastante saudades do seu irmão que tanto amava e que, um dia, ela iria se encontrar com ele, na certeza que o padre estaria bem, ao lado de Deus”, disse Mateus Poeta. “Dei um abraço nela. Foi um momento único na minha vida quando me encontrava ao lado de Dona Salete. Ela me contou sobre um pouco da sua infância e alguns momentos vividos de lado de seu irmão. A primeira missa do ‘Padre do Céu’ no distrito de Borges (Jaguaruana), e outras grandes revelações para minha pesquisa”, complementou Mateus.

A foto do início dessa matéria, foi tirada no ano de 2014, quando, antes de finalizar a conversa com Dona Salete, seu interlocutor, curioso em busca de informações que enriquecesse sua pesquisa, em determinado momento perguntou-lhe se; ele, o poeta, poderia tirar uma foto com ela. Um sorriso antecedeu a resposta para devida autorização daquele registro fotográfico, e hoje mostramos aqui nesse espaço como uma homenagem póstuma através do Aracati em Foco. Mesmo dizendo “não gosto de fotos, aceito você tirar e guarde de lembrança, para toda vez que você olhar para ela venha lembrar que veio me visita”.

Para finalizar aquela conversa com o jovem poeta, e ‘catador’ de informações, que também lhe consagra como pesquisador, não só em seu município Jaguaruana, mas em vários outros circunvizinhos, Francisco Mateus da Silva, na época com apenas 19 anos, recebeu de Dona Salete, o “sinal da cruz” em sua testa, e pegou em sua mão falou o seguinte; “que Deus te ilumine e abençoe em seus passos, o cordeiro do senhor e meu irmão está contigo”.

Dona Salete tinha razão quando permitiu o registro daquela foto que hoje entra para a história. Que a senhora tenha o reino do céu como promessa de Deus, e hoje deve estar ao lado do seu irmão que tanto o amava.

“Daí de cima, peça ao Monsenhor do Céu, que proteja e abençoe sempre, os filhos e filhas de Jaguaruana das terras de Nossa Senhora Santana”. Mateus Poeta.

Outras curiosidades

- Pouca gente sabe, mas a comunidade do amigo poeta da terra das redes e de Nossa Senhora Santana, é também a comunidade onde nasceu minha saudosa mãe Consuelo Barreto Guimarães (+26/08/2014)

Salete de Sales Façanha adolescente em Jaguaruana
- Dona Salete de Sales Façanha, nasceu no ano de 1936, mas no dia de sua passagem para o plano espiritual, não conseguimos com familiares, a informação sobre dia e mês de seu nascimento.

- Dona Salete nunca casou e ou teve filhos.

- Na época que o Francisco Mateus foi em sua residência, ela lhe mostrou muitas coisas e objetos do irmão Padre do Céu, inclusive a assinatura do Papa João Paulo II numa agenda que era do irmão.
 
Raimunda de Sales Façanha com seu filho Raimundo de Sales Façanha (Pe. do Céu)
- Por ocasião da visita na casa da Dona Salete Façanha, Mateus Poeta a surpreendeu ao levar uma fotografia, até então jamais vista por ela. Tratava-se de sua mãe, Dona Raimunda de Sales Façanha, com o filho (seu irmão) Raimundo de Sales Façanha, ainda bebê sobre suas pernas. A criança que viria a se tornar o “Monsenhor do Céu”.

Por Sandro Guimarães

Fonte: Francisco Mateus da Silva
Fotos: Pesquisas de Mateus Poeta

Nenhum comentário:

Postar um comentário