quarta-feira, 10 de abril de 2019

Ex articulador político e primo do prefeito de Aracati, faz desabafo ao vivo pelo Facebook

Imagem reprodução do Facebook
O ex assessor institucional da prefeitura municipal de Aracati, Abelardo Pompeu Costa Lima,
através de sua conta no Facebook, fez revelações em tom de desabafo através do live que teve duração de quase 46 minutos, iniciada ao meio-dia desta terça-feira dia 09/04/19.

O ex aliado, agora oficialmente declarado oposição ao governo Bismarck Maia, alegou que "vinha sofrendo alguns entraves a partir de atitudes do Guilherme Bismarck (filho do prefeito) desde o período em que ainda apresentava seu programa político na TV Sinal"  

Abelardo disse saber que sua exoneração seria "apenas uma questão de tempo" quando Guilherme Bismarck, Chefe da Casa Civil da Prefeitura, teria lhe falado que; "ele desse um freio em seu irmão Bruno Feitosa, pois faz algum tempo que ele vem fazendo muitas críticas ao Camilo Santana e Cid Gomes, e isso não pegava bem para sua função exercida na prefeitura de Aracati". 

Abelardo Pompeu falou que entendeu essa mensagem como uma "ameaça" a sua permanência nos quadros do executivo municipal.

Semana passada Abelardo e sua esposa foram exonerados da prefeitura gerando um mal estar familiar.

Abelardo Pompeu, que também já foi vereador pelo município de Aracati, fez a leitura da extensa carta à população relatando os detalhes da conjuntura política que deu início ao grupo que elegeu o primo Bismarck Maia a prefeito de Aracati.

A carta revelava também seu descontentamento e decepção pela forma que, sua mãe, Luiza Feitosa "teria sido usada e humilhada enquanto esteve desenvolvendo um excelente trabalho a frente da Secretaria de Desenvolvimento Social".

Prefeito Bismarck Maia em momento de descontração pelas dunas próximo às praias de Aracati (foto reprodução recebido pelo whatsapp)
"Ele usa as pessoas e depois descarta sem a menor consideração a quem só lhe ajudou", disse Abelardo Pompeu.

"Bismarck só sabe administrar com inaugurações de obras, pois não tem carisma e a simpatia popular, não tem grupo político e não transmite sinceridade nas palavras. Por isso, esperem mais taxações e tributações, pois o prefeito quer desesperadamente fazer dinheiro por que deu um passo maior que as pernas e hoje o município tá pipocado de obras em todos lugares com data de conclusão vencidas e inacabadas. Vem mais impostos e taxas podem ter certeza!", afirmou Abelardo.

Curriolas

Em outro momento na transmissão, Abelardo Pompeu mostrava a insatisfação do então apresentador de dois programas políticos (Sinal de Alerta e Sinal em Debate) na TV Sinal, concessão em nome de familiares do prefeito, onde Abelardo afirmou que; "àquele momento que antecedia as eleições foi de extrema importância para desconstruir os adversários políticos, pois através das denúncias que fiz sobre inúmeras obras inacabadas, todas devidamente comprovadas com indícios de corrupção, protocolei uma dezena de ações no Ministério Público, e naquele momento, o nome de Bismarck Maia ainda era impopular perante as pesquisas. Só a partir de um trabalho sério, com uma equipe pequena, conseguimos aos poucos, fazer crescer o nome de Bismarck como forte candidato para ganhar as eleições municipais". 

Abelardo aínda citou alguns nomes de pessoas que considera importantes e que estiveram no grupo de apoio pró candidatura do ex secretário de turismo do estado, porém; "a ingratidão é sua marca e desprezou a muitos", completou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário